UX Design: Saiba tudo para conquistar os seus clientes

O usuário tem uma grande importância no processo de compra, sendo o elo essencial desse processo. O mercado começa a destacar essa importância através de técnicas que se importam com a experiência do usuário, tal como o UX Design.

A relação entre o consumidor e o produto está além das qualidade encontradas nele, pois se um serviço se destaca pela forma em que ele satisfaz uma necessidade, a forma na qual ele faz isso também tem sua importância para o cliente.

Com a chegada dos instrumentos digitais ao cotidiano do consumidor, o seu poder na relação de compra passou a ter uma importância maior.

Com um aparelho celular em mãos ele pode pesquisar sobre o produto, preço e sobre qual concorrente apresenta uma melhor relação custo-benefício nesse sentido. E como se isso não fosse um desafio por si só, o consumidor atual é também muito mais consciente.

Antes de contratar os serviços de contabilidade de uma companhia, o cliente hoje se informa sobre o histórico da empresa, o prestígio da mesma no mercado, e em casos específicos, os valores sociais trabalhados por essa empresa.

E isso está longe de ser um problema, pois demonstra apenas que os interesses do público estão se desenvolvendo, assim como o mercado e a sociedade.

Para responder a esses conceitos, as empresas precisam modificar a sua comunicação, os seus métodos de produção e muitas vezes a própria concepção dos seus produtos ou serviços oferecidos.

O UX Design trabalha com todos esses tópicos, logo é um assunto que merece atenção por parte do setor comercial, caso ele queira conquistar a atenção desse novo público, mais influente do que influenciado.

Notebook beside the iphone on table

Como funciona o UX?

Essas duas letrinhas estão mudando a relação que as marcas têm com o consumidor, repassando ao cliente o poder de negociação, apresentando produtos ou serviços que realizam o cliente da melhor forma possível.

O UX não é nenhum código secreto das agências de publicidade, na verdade ele é a sigla para User Experience, a “experiência do consumidor” em português. Esse conceito de experiência do cliente pode ser incluído nas mais diversas vertentes do marketing.

As mais famosas são a UX Writing, voltada à escrita desenvolvida especialmente para conquistar o consumidor, e o UX Design, voltado ao visual em si da peça, que vai desde a posição de imagens em um post ao design de uma embalagem.

Como um novo modelo de purgador eletrônico, ideal para produtos menores, mas que segue a trabalhar com uma grande escala, para quem trabalha no setor industrial. Esse modelo foi elaborado pensando em uma necessidade específica do seu público.

Outros exemplos podem ser encontrados na sua cozinha, como as caixas de leite de papelão, acompanhadas de um prático lacre de plástico, ou uma lata de sardinha de tampa especial, que pode ser aberta sem a necessidade de um abridor.

Pensar no usuário dessa forma garante uma melhor recepção do mesmo sobre os seus produtos, deixando de lado questões tradicionais como o nome da marca, ou até mesmo a qualidade da mercadoria.

O cliente pode estar disposto a pagar mais caro por um serviço, se ele realizar suas necessidades da melhor forma possível, trazendo um conforto e satisfação garantido.

Uma fábrica pode optar por um modelo específico de máquinas envolvedoras, pois esse espécime realiza o trabalho de forma mais rápida e eficaz, sem desperdiçar papel plástico. São questões assim que definem a compra no mercado atual.

E esses conceitos não são exclusivos do mercado material, pois no ambiente digital a experiência do consumidor tem uma importância ainda maior, por se tratar de um cenário muito mais dinâmico.

Person using macbook
Photo by cottonbro on Pexels.com

UX Design na concepção de sites e aplicativos

A esquematização de um site ou aplicativo conta com uma série de fatores, como o número de categorias que estarão presentes, o sistema de segurança instalado, os meios de comunicação ali localizados, além de diversas especificidades.

Uma empresa de lida com máquinas pesadas pode querer que o seu site destaque os novos equipamentos que chegaram ao seu catálogo, tais como uma máquina de alinhamento, ou um novo modelo de balança industrial.

O UX Design lida com todas essas particularidades, sem ignorar a experiência do visitante que acessa o seu aplicativo ou site. E para que ele tenha a melhor sensação nesse sentido algumas questões são levadas em conta.

O peso do site

Parece estranho falar sobre o peso de um site, sendo algo completamente imaterial, mas sua internet com certeza consegue compreender melhor esse conceito.

Quanto mais funções e apetrechos forem sendo adicionados a sua plataforma, mais difícil será o carregamento da página para o usuário, dependendo de mais dados, quando se pensa em quem acessa pelo celular, ou a qualidade de processamento, em um desktop.

Um site precisa ser prático, de fácil carregamento, pois por melhor que seja a promoção, se o consumidor não conseguir a página do produto, facilmente ele desistirá da compra.

Adaptável para todas as plataformas

A variedade de aparelhos eletrônicos exige uma certa adaptabilidade por parte do seu site ou aplicativo, pois o consumidor moderno não só utiliza esses diferentes apetrechos, como combina o seu uso durante o processo de compra.

Um consumidor pode, por exemplo, pesquisar no seu celular por um sensor de nível, mas só finalizar a compra quando sentar de frente ao seu computador de mesa no escritório, por não confiar na segurança desses pequenos aparelhos.

Na sua situação acima, o usuário acessou o seu site em diferentes plataformas, e cabe a sua empresa apresentar a melhor experiência possível em ambos os modelos destacados.

Uma opção é o desenvolvimento de um site mobile, com especificidades diferentes do site tradicional, outra alternativa seria a criação de um site responsivo, que se adapte à tela na qual ele está sendo visualizado.

Design visual

Após entrar no seu site, o usuário também está em busca da melhor experiência, enquanto acessa a plataforma. Um design chamativo conquista a atenção do público, mas tem pouca função se ele não consegue navegar pelos seus menus confusos.

Além de uma estrutura intuitiva, o site necessita ter um design que combine com o estilo dos seus produtos, com cores chamativas para uma marca de tintas, um tom sóbrio para empresas de serviços mecânicos ou uma companhia que lida com sondagem rotativa.

O conteúdo adequado

Um dos objetivos do marketing de conteúdo é identificar o perfil do seu público, para assim realizar um conteúdo que se adeque aos interesses dessa audiência. Quando se pensa na experiência do usuário, esse conceito continua a ter grande importância.

Um site bem estruturado precisa ser alimentado com matérias e vídeos, ou pensando em uma loja de departamento, com o próprio catálogo do estabelecimento. Ter uma galeria completa com os modelos disponíveis pode facilitar a decisão de compra.

Garanta que o seu site seja encontrado

Após todos esses cuidados, criando o melhor site possível para o seu cliente, é necessário que esse usuário consiga encontrar facilmente o seu endereço na internet, digitando apenas “teste de vazão” na ferramenta de busca do navegador.

As estratégias de SEO (Search Engine Optimization), atuam com o melhor potencial para o seu site ser encontrado, trabalhando com palavras-chave e um conteúdo melhor direcionado à sua audiência específica.

Arts build close up commerce

Os benefícios do UX Design à sua companhia

Adotar as ferramentas especializadas na experiência do consumidor ao design do seu site ou aplicativo pode render diversos benefícios à sua marca. 

Alguns deles são:

  • Maior retorno de investimento;
  • Credibilidade e confiança do consumidor;
  • Melhor interação com os clientes;
  • Fidelização do público;
  • Redução de gastos.

As vantagens relacionadas ao comportamento do público são fáceis de se prever, pois lida diretamente com a reação deles ao seu conteúdo disponível, e na forma na qual ele se apresenta.

Quanto mais satisfeito o usuário estiver, maiores são as chances de comprar novamente naquele site, trabalhando assim a sua fidelização com a marca. Mas além disso, um site bem estruturado pode afetar positivamente os gastos da sua empresa.

Além disso, o cliente pode comprar com uma frequência maior, e ainda se interessar em outros produtos relacionados em seu site, tal como a indicação de uma barreira acústica para quem acabou de adquirir materiais para uma grande reforma.

Ao ser atingido dessa forma, a sua empresa economiza com estratégias de comunicação, como anúncios pagos, adquiridos com o intuito de impactar novamente esse antigo consumidor.

A experiência do consumidor define não apenas a sua compra atual, como impacta no seu comportamento de compra futuro, pois quanto mais satisfeito ele se encontrar, maiores são as chances dele comprar novamente ou recomendar para seus colegas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta