Métricas: saiba como mensurar os dados da sua estratégia de marketing digital

Escrito por

Cansado de Hospedagens Lentas? Clique aqui e aprenda a usar a Digital Ocean, ganhe também 100 dólares para usar na sua hospedagem Cloud! Aprenda Como configura-la sem acessar terminais e códigos!

Qualquer empresa que queira se expandir no mercado digital precisa estipular seus objetivos, métricas e como chegará até eles, afinal, somente com um bom planejamento as estratégias serão bem direcionadas e trarão bons resultados.

Principalmente no e-commerce onde a internet tem um público tão volátil e dinâmico, sendo necessário que as empresas estejam sempre atentas a quaisquer mudanças que podem acontecer tanto com o seu público quanto com o mercado em si.

Mas antes disso é necessário entender muito bem o conceito de métricas e por que elas são tão necessárias em seu negócio, sendo tão eficientes no marketing digital, independentemente se o foco da empresa são terminais hidráulicos ou venda de serviços.

Por isso, o texto de hoje irá abordar todo o conceito de métricas, como elas funcionam, quais são as suas funcionalidades, a diferença entre elas e os KPIs (Key Performance Indicator), além de benefícios e vantagens que podem ser usufruídos no investimento.

Atrair leads, mostrar o valor de seu trabalho e conseguir convertê-los em clientes fiéis ao negócio é o objetivo de toda empresa, afinal, é através das compras e do engajamento que ela se expande cada vez mais e mostra para a internet o seu valor.

Não apenas isso, mas até mesmo na venda de um porta paletes existem estratégias por trás, buscando um certo número de vendas, engajamento, compartilhamentos e alcance, todas essas métricas que levam a empresa mais para frente e ajudam a mensurar os diversos valores que envolvem o negócio.

De forma simples e bastante direta, podemos entender como métricas as medidas quantitativas que são utilizadas para analisar o desempenho de um processo. E, como uma empresa possui vários deles, é necessário que tais medidas sejam bem aplicadas.

Portanto, calcular o número de vendas ao longo do mês de um sistema comercial X, ou o número de pessoas que continuam investindo no carro chefe da empresa, como as camisetas personalizadas, são apenas algumas das métricas utilizadas por diversos tipos de negócio e pelo mercado em si.

Em outras palavras, as métricas são excelentes formas de tomar decisões em seu negócio, influenciando se alguma campanha ou estratégia é viável ou não, servindo como uma espécie de bússola, sempre mostrando qual caminho seguir no momento.

Portanto, os tópicos a seguir irão abordar uma série de métricas e melhores explicações de como utilizá-las de maneira eficiente em seu negócio, podendo ser uma logística ou até uma consultoria de TI. Sem mais delongas, confira.

Explorando o conceito de métrica

O primeiro passo é entender como tais métricas são importantes em seu negócio, coisa que já se foi dado uma pequena introdução no começo deste artigo. Elas são a base de qualquer decisão de sua empresa e isso afeta todo o planejamento da mesma.

Isso significa que, caso uma métrica seja medida e calculada de forma errada, todos os demais processos de sua empresa, mesmo o de uma campanha promocional, serão enviesados, fazendo com que a marca entenda que aquilo é lucrativo ou pouco viável, tomando uma atitude errada.

Isso pode afetar desde uma empresa de consultoria ambiental até mesmo grandes desenvolvedoras de softwares. Porém, tão importante quanto isso é saber diferenciar as métricas dos conhecidos KPIs, que são os conhecidos Indicadores Chave de Performance.

As métricas nada mais são do que informações relevantes sobre determinada ação que a empresa tomou, enquanto os KPIs são os resultados de determinada ação. Ou seja, um é continuidade, sequência do anterior.

Mas para calcular tais métricas é preciso de ferramentas de mensuração de dados que ajudem a trabalhar com tantas informações sobre sua empresa de desenvolvimento de software, afinal, a tecnologia evoluiu e deve ser utilizada a favor da sua organização.

Sendo assim, algumas das ferramentas de mensuração mais utilizadas no mercado atualmente são:

Cada uma delas possui suas próprias particularidades e cabe a cada empresa decidir qual que melhor atende às suas necessidades. Claro que é possível utilizar mais de uma ferramenta, tudo dependerá do que a empresa busca e precisa.

Com isso em mente, fica apenas algumas dúvidas sobre quais são as métricas mais utilizadas no mercado e como isso beneficia todo tipo de negócio, até mesmo um distribuidor de fibra de vidro. Confira nos tópicos a seguir.

Métricas e KPIs mais utilizados

Agora que ficou um pouco mais claro a importância das métricas e dos KPIs para a sua estratégia de marketing digital, chegou o momento de conhecer alguns dos mais utilizados e que podem fazer uma grande diferença no seu negócio.

Portanto, confira abaixo alguns que o mercado utiliza de maneira mais assertiva e que pode ser a diferença entre a tomada de boas ou péssimas decisões em sua empresa de gerenciamento de resíduos.

01 – Ticket médio

De forma bastante direta, o ticket médio mostra o valor de suas vendas ao longo de um período pré-estipulado pela empresa. Isso significa que consegue mostrar qual é a média do lucro por campanha, produto ou promoção que a empresa realiza.

Em outras palavras, ele expõe de forma bastante crua quanto que o departamento de vendas conseguiu lucrar sobre determinado produto. Porém é preciso se atentar pois as vendas nem sempre estão relacionadas a apenas um processo, portanto, é necessário uma certa sensibilidade quanto a essa métrica.

02 – ROI

Essa sigla representa o termo de Retorno sobre Investimento, ou em inglês, Return of Investiment. Pode-se entender e dizer que é uma métrica que diz o quão rentável foi um investimento, ou seja, o quanto foi arrecadado com alguns investimentos específicos.

É muito útil principalmente para o departamento de marketing das empresas, principalmente para calcular campanhas especiais, como os dias das mães, Natal, entre outros. É um dos mais utilizados no mercado e é difícil gerenciar seus negócios sem essa métrica.

03 – CPL

Esse indicador é a sigla para Custo por Lead e, de uma forma bem direta, é o preço que a sua empresa paga, os custos e gastos para gerar leads para o seu negócio por meio de marketing de conteúdo, também conhecido como inbound marketing.

Lembrando que, o marketing de conteúdo nada mais é do que a criação constante de conteúdo para internet que tem como objetivo agregar valor e fidelizá-lo, e fazer isso não custa barato.

Existe os profissionais necessários para criar conteúdo, constante manutenção da página ou site, assim como constante filtro do que é interessante para o público, edição de vídeos, design de conteúdo e imagens, dentro muitos outros investimentos.

04 – CAC

Já este KPI é muito parecido com o anterior, mas no caso, ao invés de envolver apenas o lead, ele envolve todo o Custo de Aquisição do Cliente. É tão abrangente quanto o tópico anterior, com a diferença que esse pode envolver entrevistas, manutenção do funil de vendas e estratégias da empresa, entre diversas outras práticas.

05 – Tráfego orgânico

Como o próprio nome já diz, o tráfego orgânico mede a quantidade de pessoas que se interessam pelo conteúdo da página e continuam consumindo o que ela oferece. Eles chegam até lá por recomendação do Google ou por indicação das redes sociais da página.

Essa métrica tem como objetivo entender quem são os leads que aparecem no site de forma orgânica, todos por resultado do intenso trabalho de inbound marketing da empresa e pode ser essencial para decidir se é ou não necessário mudar a forma de marketing ou contratar o tráfego pago para aumentar o alcance.

O acompanhamento da métrica é muito importante pelo simples fato de saber se sua empresa está sendo forte nas ações que está tentando promover, atraindo clientes e leads, ou se é preciso se moldar a outras práticas ou mudar a estratégia.

Considerações Finais

O texto de hoje abordou o que são as métricas e como mensurar os dados de sua empresa para utilizar no marketing digital, explorando os impactos que isso pode causar em seu negócio, assim como os KPIs e métricas mais utilizados e eficientes atualmente.

Como vantagens e benefícios, podemos citar que as métricas sempre deixam a empresa um passo à frente e, como foi mencionado algumas vezes ao longo do texto, permite uma maior poder e tomada de decisões que normalmente só seria entendido após uma falha completa.

Ela também ajuda a engajar mais clientes, saber quais são os pontos fortes e fracos do negócio, assim como possibilita diversas possibilidades quando, junto aos KPIs, a empresa entende qual deve ser o foco, conseguindo ainda mais leads e clientes.

Utilize as informações disponibilizadas ao longo do texto como forma de orientação e pesquise o máximo possível sobre quais métricas a sua empresa pode utilizar, usando seu segmento, realidade e essência para extrair o melhor disso.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta