Saiba como evitar Black Hat SEO e otimizar corretamente os conteúdos

Escrito por

Muitas pessoas não conhecem o conceito de Black Hat SEO, que se trata de uma série de técnicas antiéticas cujo principal objetivo é burlar os algoritmos de motores de busca para conseguir um posicionamento melhor.

Entretanto, é muito importante ressaltar que isso pode gerar problemas com uma auditoria independente dentro da página, principalmente porque vai contra diversas regras, além, é claro, de muitas outras situações.

Então, embora essas ações costumem ter uma resposta rápida, elas também podem prejudicar a empresa e diminuir sua autoridade e credibilidade no mercado, e por isso devem ser evitadas a todo custo.

Ademais, o mundo está passando por um processo de transformação digital, no qual uma série de avanços tecnológicos têm modificado a forma de as pessoas fazerem atividades do dia a dia, o que inclui o comércio e empresas de credito empresarial.

Por conta dessa aproximação do mundo digital, a maioria das empresas teve que migrar para a internet e começar a compreender melhor esse universo ativo de possibilidades. Afinal, estas ações podem ter um forte impacto em vendas.

Entretanto, na internet as coisas funcionam de maneira diferente, o que inclui o marketing, que teve que se adaptar e compreender esse novo modelo de negócios e como atrair novos clientes para o consumo.

Nesse momento, entram os motores de busca, plataformas nas quais o usuário pode digitar palavras-chave relacionadas a um problema ou necessidade, e encontrará respostas razoavelmente rápidas de tradução técnica ou qualquer outro tema.

Para obter essas respostas, os motores de busca utilizam algoritmos, que fazem uma varredura em seus bancos de dados para encontrar sites que se relacionem ao que está sendo pesquisado pelo cliente.

Essas plataformas então criam listas para apresentar os resultados ao usuário, geralmente por ordem de relevância. Normalmente, ele encontra o que precisa logo nos primeiros links, e por isso existe tanto interesse em estar nesta posição.

Métodos para estar sempre nas primeiras posições

Alcançar essa posição não é uma tarefa fácil, uma vez que os próprios sites de pesquisa não apresentam todos os elementos que os algoritmos pesquisam. Isso acontece em grande parte por conta dos abusos realizados no começo deste tipo de transação.

Algumas empresas mal intencionadas entenderam como os algoritmos funcionam e buscavam maneiras de burlar esse tipo de sistema, criando um impacto direto em suas páginas, mas muitas vezes sem a qualidade necessária para o consumidor aproveitar.

A melhor maneira de trabalhar com os motores de busca é através do SEO. A sigla, que significa Search Engine Optimization, ou Otimização de Motores de Busca, representa uma série de ações que podem ajudar o site de cabeamento estruturado de redes, por exemplo, a crescer dentro destas plataformas.

Entretanto, nem todas as técnicas são consideradas éticas, e por isso é importante saber não só o que você pode e deve utilizar para o crescimento da empresa, mas também identificar as ações que devem ser evitadas sempre.

Em um paralelo aos filmes western clássicos, a subdivisão de SEO segue a linha White Hat, Grey Hat e Black Hat, uma referência ao fato de que nestes filmes, os mocinhos sempre usavam chapéus brancos, os vilões usavam chapéus pretos e os anti-heróis ou personagens dúbios usavam chapéus cinza.

O SEO White Hat representa todas as ações eticamente corretas. Tratam-se de atividades que podem ajudar a melhorar o conceito de sua empresa, otimizar seus resultados e conseguir uma autoridade muito maior para a empresa de consultoria fiscal, por exemplo.

Um dos pontos a se pensar nesse caso, e o que faz muitas pessoas procurarem os outros formatos, é que se tratam de ações de médio a longo prazo, onde é preciso um certo trabalho de base para começar a se obter resultados efetivos, por exemplo:

  • Utilização de palavras-chave;
  • Otimização de site;
  • Link Building;
  • Textos Âncoras.

O SEO Grey Hat está em uma linha dúbia. Não são ações antiéticas por si só, mas são questionáveis. Ainda que elas ofereçam menos risco para a credibilidade da empresa, isso pode mudar rapidamente, e por isso é importante evitá-las.

O Black Hat é um dos maiores problemas da atualidade em questão de SEO. Tratam-se de técnicas cujo objetivo é conseguir conquistar uma posição elevada rapidamente e sem esforço, independentemente do custo.

Estas ações muitas vezes vão além do questionável e se tornam até mesmo perigosas para a empresa, uma vez que lidam com elementos prejudiciais no mercado como um todo.

Principais técnicas de Black Hat SEO

Para que você consiga evitar esse tipo de atividade em seu site de impressoras fiscais, e esteja sempre atento quando for realizar suas ações de SEO, é preciso conhecer algumas das principais técnicas e como elas podem prejudicar a empresa como um todo.

Esse tipo de ação busca uma compreensão maior de suas capacidades, e de como estas técnicas a longo prazo podem ser danosas para a imagem da empresa, tanto junto ao público quanto nos motores de busca.

Isso porque é possível até mesmo sofrer um banimento destas plataformas pela ação impensada junto a esse tipo de recurso, o que torna muito importante conhecer e evitar ao máximo estas estratégias.

Cloaking

O cloaking foi uma das primeiras ações de black hat SEO, e o termo significa “disfarce” em inglês. Trata-se de criar uma página “disfarçada” dentro da página do site, criada para confundir os algoritmos.

Na primeira página, para o buscador, todo o trabalho é realizado com qualidade. A página é otimizada, possui todas as referências e palavras-chave possíveis para conseguir um bom posicionamento.

Na segunda página, que é onde o usuário chega depois de clicar, a página tem uma experiência bem inferior, normalmente com propagandas e um conteúdo pouco elaborado, uma vez que não há uma preocupação em trabalhar com esse tipo de atividade.

Doorway pages

Estas páginas são criadas para enganar tanto os usuários quanto os algoritmos. Trata-se de uma página cuja única função é ranquear bem nos motores de busca e ser encontrada mais facilmente.

Normalmente, são criadas com conteúdos populares para ludibriar os usuários a entrar, como textos sobre chave de partida, e nesta página são redirecionados automaticamente para um site diferente. Embora não haja conteúdo relevante nesta página de isca, ela é bem otimizada.

Isso permite que os motores de busca a encontrem mais facilmente, ainda que não haja nenhuma preocupação com a qualidade da experiência de navegação.

Conteúdo escondido

Outra forma de aplicar o Black Hat SEO dentro da produção de conteúdo é usar material oculto dentro da página. Esse formato era bastante popular antes de os algoritmos de pesquisa serem atualizados com inteligências artificiais mais potentes.

A ideia era criar links e colocar palavras-chave escondidas no texto, fazendo com que pesquisas não relacionadas ao site acabassem levando usuários até ele. Esse tipo de ação aumentava consideravelmente a visualização nestes sites.

Entretanto, hoje é um tipo de conteúdo que é facilmente identificado pelas plataformas de pesquisa, que punem e reduzem o ranqueamento de páginas que tentam usar esse tipo de ferramenta.

Conteúdo em duplicidade

Esta é uma das formas mais antiéticas de trabalhar. Trata-se de pessoas que criam sites “falsos”, com o objetivo de plagiar conteúdos que estão em uma boa posição de uma empresa de automação junto aos motores de busca.

A maioria dos algoritmos têm mecanismos anti-plágio, e remove das pesquisas qualquer tipo de conteúdo em duplicidade. Neste caso, tanto o material original quanto a cópia são retirados do ar.

É preciso tomar cuidado, entretanto, uma vez que os algoritmos têm zero tolerância acerca desse tipo de conteúdo. Por isso, copiar e colar itens dentro de sua própria página, como descrições de produtos em um e-commerce, podem acabar sendo confundidas.

Por isso, o ideal é que o conteúdo seja sempre original, evitando qualquer tipo de problema a longo prazo com seu ranqueamento e não colocando sua empresa em risco de ser confundida com sites que praticam o black hat SEO.

SEO Negativo

O SEO Negativo é uma outra forma de concorrentes desleais aplicarem golpes e prejudicarem pessoas que estão trabalhando corretamente. Trata-se de espalhar links da empresa concorrente em sites de baixa qualidade ou tóxicos.

Dessa maneira, os algoritmos identificaram a empresa como de pouca confiança e diminuirão seu ranqueamento. Por isso, é muito importante que qualquer companhia na internet fique atenta a links externos e como está sendo relacionada.

O ranqueamento tem um forte impacto em relação a atividades de link building, e é preciso muita atenção para evitar ser vítima desse tipo de prática.

Considerações finais

O Black Hat SEO é uma ferramenta que deve ser evitada a todo custo. As ações antiéticas e em alguns casos até mesmo ilegais tornam a empresa mal vista, tanto entre outras empresas quanto com o público em geral.

Estar na internet requer cuidado e atenção, o que muitas vezes significa evitar atividades que à primeira vista pareçam gerar resultados rápidos. Dessa forma, você consegue se manter íntegro e garantir a qualidade de seu material.

Evitar o Black Hat SEO é um dos principais meios de se destacar no mercado e se tornar uma liderança em seu nicho de atuação. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta