Ghost Blog CMS – Alternativa Matadora do WordPress

ESCRITO POR

Ghost CMS é uma plataforma de blog e gerenciamento de conteúdo feito em node.js que promete ser o grande matador e rival do WordPress. Será que essa plataforma realmente consegue substituir o WordPress e sua gama infinita de plugins e temas?

Quando eu fiquei sabendo do Ghost CMS alguns anos atrás, tive bastante interesse, mas notei que era bastante limitado em relação ao WordPress. Hoje em dia o Ghost já evoluiu bastante, será que agora em 2019 vale a pena usar o Ghost?

Sumário do Artigo 
- Como surgiu o Ghost CMS? 
- Vantagens do Ghost CMS
- Desvantagens do Ghost CMS
- Hospedagem do Ghost
- Sites que utilizam Ghost CMS
- Eu pretendo migrar? 
- Você deve usa-lo? 

Como surgiu o Ghost CMS?

O Ghost CMS foi lançado em 14 de outubro de 2013 com a promessa de ser um grande plataforma de gerenciamento de conteúdo e blog. Atualmente o Ghost CMS é o único rival a altura do WordPress, ele é sempre mencionado como a primeira alternativa.

O Ghost surgiu em novembro de 2012 como um projeto sugerido por um dos ex-membros da equipe de desenvolvimento de designer da interface do WordPress John O’Nolan. Ele questionou a complexidade da plataforma que abandonou sua principal função de ser um blog.

Ghost Blog CMS - Alternativa Matadora do WordPress

Ele criou uma campanha no kickstarter que arrecadou mais de 300.000 dólares, dando início ao grande projeto. O open source começou a ser disponibilizado no ano seguinte, e em 2014 o site oficial ghost.org ofereceu uma versão gerenciada e hospedada, que é um pouco salgada.

Quais as principais vantagens do Ghost CMS?

Uma das coisas que me atraiu no Ghost CMS é sua linguagem node.js inteiramente em javascript. Muitos programadores criticam fortemente a bagunça que existe no PHP, por isso node.js acaba sendo uma opção bastante viável.

A principal vantagem do Ghost usar o node.js é que ele pode se tornar 1.000% mais rápido que um site WordPress. Foi um dos poucos sites que conseguiu alcançar 100 no PageSpeed. A linguagem node.js aceita muito mais requisições que PHP, além de ser puramente leve.

Outra grande vantagem do Ghost é que ele é super fácil de mexer, tem um editor similar ao Gutenberg do WordPress, é otimizado para SEO automaticamente, ele oferece tudo que um site precisa oferecer nativamente sem a necessidade de plugins.

Ghost Blog CMS - Alternativa Matadora do WordPress

Se você souber javascript e node.js, o Ghost não vai faltar em nada com relação ao WordPress. Você pode fazer praticamente tudo com a plataforma, que é um Open Source que oferece API, JSON API, CLI própria e outras facilidades.

Ghost ainda tem um aplicativo nativo para você gerenciar seu site através do seu computador e celular Android. Nativamente ele oferece multi-idiomas, AMP, redirecionamentos, imagens do Unsplash, integração com Zapier, captura de email e outros.

Quais as desvantagens do Ghost CMS?

Sinceramente não vejo muitas desvantagens, mas tem desvantagens que acabam pesando muito na hora de migrar pro Ghost. Uma delas é seu foco principal em blog e conteúdo, enquanto muitos usam WordPress para propósitos diferentes.

A pior desvantagem que encontrei é o fato de não ter um gerenciador de mídia nativo como WordPress. A equipe de desenvolvimento não pensa em fazer algo assim. Acredito ser horrível não poder reutilizar as imagens já enviados pro seu servidor numa espécie de galeria. Claro que devem existir meios de contornar essa situação.

Ghost Blog CMS - Alternativa Matadora do WordPress

Claro que outra grande desvantagem é que no WordPress você tem uma gama gigantesca de plugin que realiza qualquer coisa, além de uma comunidade gigantesca que te da suporte e inventa soluções práticas para certos problemas. Já no Ghost, apesar de forte, as coisas são mais limitadas.

Podemos comparar o Ghost como uma versão fechada do iOS e o WordPress como um Android. Ele parece ser infinitamente superior na sua criação, mas fechado a ponto de acabar perdendo feio para os 99% dos usuários que utilizam o WordPress.

Hospedagem do Ghost

Outra desvantagem é o simples fato das pessoas estarem acostumadas com hospedagens e sites em PHP. Node.js não é difícil, mas é diferente. As vezes você precisa ter algum conhecimento básico de programação e de linhas de comando no SSH.

Com Ghost você não pode usar gerenciadores de hospedagem como Runcloud. Existem sim formas amistosas de gerenciar e instalar o node.js num servidor nuvem, mas sinceramente não encontrei algum que cuida-se de ambos.

Existe a forma simples que é utilizar uma hospedagem gerenciada da própria Ghost. Infelizmente os preços em dólares são totalmente irrealistas e limitam o site a quantidade de visitas. Muito melhor contratar uma nuvem na Digital Ocean.

Ghost Blog CMS - Alternativa Matadora do WordPress

Existem outras hospedagens gerenciadas em node.js como Umbler, caso more na Europa, temos a tsohost. O site Themeix.com também oferece hospedagem gerenciada Ghost por um ótimo preço anual.

De qualquer forma, você pode usar facilmente o node.js em paneis de sistema junto ao PHP como Plesk e Cyberpanel. Existe também o cloudron que instala o Ghost e outros apps de diferentes linguagens em apenas um click de forma isolada dentro da sua nuvem.

A única desvantagem é que o Cloudrun limita o acesso, impedindo até mesmo de editar a DB manualmente. O objetivo do cloudron é ser uma plataforma para meigos que não querem se envolver com programação.

Sites que utilizam o Ghost CMS

Abaixo vou listar alguns sites famosos que utilizam o Ghost CMS para você dar uma espiada e entender como funciona e como eles são.

  • digitalocean;
  • webmotors;
  • toyota.com;
  • cloudflare.com;
  • crypto;
  • tinder;
  • duckduckgo;
  • mozilla;
  • airtable;
  • revolut;
  • codecademy;
  • tunnelbear;
  • coding horror;
  • onbrand;
  • okcupid;
  • square;
  • code combat;
  • circle;
  • playground;
  • troy hunt;
  • emojipedia;
  • wealthsimple;
  • speedtest;
  • gusto;
  • napster;
  • bitpay;
  • realmac;
  • transferwise;
  • fullstory;

Existem muitos outros sites que utilizam Ghost. Muitos sites que não tem o foco em blog também usam um subdomínio .blog com o Ghost Instalado. Isso mostra que Ghost é uma das plataformas de blogs mais famosas depois do WordPress.

Eu pretendo migrar para o Ghost?

Migrar para o Ghost era uma coisa que eu queira fazer muito, mas não sei se ainda é possível. Já me acostumei bastante com Gutenberg, estou usando WordPress com Nginx e seu desempenho é muito alto.

Atualmente com Guenberg eu tenho a capacidade de criar índices dos artigos manualmente com mais facilidade. Provavelmente eu perderia isso no Ghost. Outra coisa que faria muita falta é o plugin Content Egg, onde coloco meus produtos de afiliados.

Ghost Blog CMS - Alternativa Matadora do WordPress

Eu já gastei dias pensando numa forma de instalar Ghost no meu servidor, sem a necessidade de mexer com terminal. Infelizmente não encontrei uma solução melhor que o cloudron, mas não quis sacrificar a conexão remota com a DB.

A falta de gerenciar arquivos de mídia dentro do Ghost também foi um fator chave para fazer eu desistir da migração. Sem falar que eu teria que refazer mais de 2.000 artigos dentro do WordPress que estão codificados com Gutenberg.

As ferramentas de migração disponíveis para o Ghost são antigas e tem anos que não são atualizadas. Eu não cheguei a testar, então não sei dizer se elas fazem o trabalho corretamente. Se seu site ainda é novo, eu recomendo a migração!

Você deve usar o Ghost?

Eu recomendo o Ghost para aqueles que não querem problemas com PHP, para aqueles que preferem uma interface simples e direta, não desejam ter problemas com plugin, querem usar uma hospedagem barata e ter um site super rápido.

Eu pessoalmente acho o Ghost superior ao WordPress, para aqueles que sabem programar e enriquecer a plataforma. Já que atualmente ela não oferece nada demais como WordPress, mas tem total potencial para realizar qualquer função sem falta.

Ghost Blog CMS - Alternativa Matadora do WordPress

Lembrando que Ghost é uma plataforma para conteúdo. Alguns conseguem fazer sites One Page, integrações com lojas, mas o WordPress consegue ser superior quando se trata de fazer um site que não tem foco em artigos.

Caso sei site tenha pouco conteúdo, o Ghost também pode ser melhor, já que não consome quase nada do sistema. Caso você faça sites para clientes, o Ghost pode ser uma nova alternativa de evitar problemas e agilizar seu serviço.

Eu ainda pretendo fazer longos testes no Ghost. Quem sabe o kevinbk.com não esteja executando ele logo logo? O que achou dessa plataforma maravilhosa? Será que vamos ter mais artigos falando sobre ele? Quem sabe crescer a comunidade de usuários e alcançar o WordPress?

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:

Deixe uma resposta