Como o Google Encara seu site Hoje?

, ESCRITO POR

Inscreva-se para baixar nossos livros e receber contéudo exclusivo

Ao longo das décadas, as pessoas tem estudado formas de se posicionarem na primeira página do Google. Essas técnicas chamadas de SEO tem se atualizado todos os anos. Já se perguntou como o Google encara seu site Hoje?

Em meados de 2020, ocorreu uma Live da semrush que fala exatamente sobre SEO e como o Google e outros buscadores encaram seu site. Deu para aprender diversas coisas dessa live, então queria destacar alguns pontos especiais neste artigo.

Sumário do Artigo
- Há punição pelo Algoritmo do Google? 
- DA e PA são parâmetros do Google? 
- Como fazer linkbuilding corretamente? 
- O que estou fazendo para melhorar meu SEO? 
Como o Google Encara seu site Hoje?
SEO é muito importante!

Há punição pelo Algoritmo do Google?

Na Live da Mesa Redonda, tivemos o Ex funcionário do Google Pedro Dias que entende muito de SEO. Ele trabalhou no setor de qualidade das buscas e fazia a tal punição manual de sites gigantes que muitos temem. O que podemos aprender com ele?

Na verdade, segundo o Pedro, NÃO EXISTE PUNIÇÃO DE ALGORITMO. Quando acontece alguma atualização no Google, seu site não é punido. O que na verdade acontece é que os buscadores (Google) passam a dar mais relevância para outro site que não o seu.

O que fez meu site perder visitas dos buscadores como Google?

Ele viu que aquele site ofereceu um conteúdo melhor que o seu de acordo com as dezenas de fatores que ele usa para avaliar isso. Quando nosso site perde visitas em buscas que antes estávamos na primeira página, simplesmente foi que ele deu mais relevância a outros sites.

Isso não significa que seu artigo ou conteúdo seja inferior aos outros. As vezes conteúdo menor e menos otimizado pode ficar na sua frente. Tudo isso porque o alcance social, linkagem e a experiência do usuário conseguiu ser maior que a sua.

Houve atualização do algoritmo de pesquisa do Google?

Também NÃO EXISTE MAIS atualizações como pinguim, panda e outros nomes de forma isolada. O Google tem um pacote de algoritmo que “engloba todos eles”, ou seja, todos os “robôs” estão juntos “formando um” que analisa os sites e classifica-os de acordo com seus critérios.

Apesar disso, as constantes atualizações do Google podem afetar temporariamente o alcance de seu site. Principalmente se ele deixa de cumprir os requisitos de um bom site segundo o Google. Mas não existe nenhuma punição, apenas melhore seu conteúdo.

Se não tem penalização pelos robôs do Google então como é penalizado meu site?

Só tem uma forma de sofrer penalização e perder todas as visitas saindo totalmente das buscas ou ficando bem atrás, últimas páginas. Com a penalização manual, algo raro, mas que deve ser considerado antes de fazer qualquer coisa proibida pelo Google.

Como funciona uma penalização manual? Um funcionário analisa o site, geralmente fez algo bem grave como compra de links, publieditoriais e não especificou que era um, blackhat ente outros.

Após constatar que o site, podendo ser de uma grande empresa ou portal, fez algo errado para manipular as pesquisas o funcionário penaliza o site. Por esse motivo, utilize sempre práticas amigáveis e naturais para ganhar autoridade no Google.

Como o Google Encara seu site Hoje?
Links âncoras?

DA , PA e DS são parâmetros para o Google?

DA (domain authority), PA (page authority) e DS (domain score) são realmente parâmetros para se usar em SEO? Essa foi uma das questões levantadas na Live da semrush. Será que esses parâmetros são considerados pelo Google?

Nunca estive tão enganado com relação a esses parâmetros, pois era só refletir um pouco sobre. Que backlinks de qualidade para nosso site influencia muito no nosso posicionamento ou como o Google dá relevância ao nosso site, todo mundo sabe que sim.

Agora, não adianta sair conseguindo backlinks de DA e PA alto, se o site ou contéudo não tem nenhuma relação ou relevância com o seu site. Vejamos alguns dos motivos de não usar DA e PA como parâmetros de linkagem externa:

  • DA, PA e DS são parâmetros usados e criados pelas ferramentas que usamos para analisar e não foi criado pelo Google, ou seja, não temos certeza se o buscador usa isso como referência.
  • Ainda existe o PageRank criado pelo Google, mas ele não é atualizado há anos externamente, mas INTERNAMENTE ele existe sendo mais complexo de quando era visível nossa classificação em que foi disponibilizada aos webmasters há muitos anos.
  • Os únicos parâmetros que temos certeza que as ferramentas de busca, principalmente o Google, usam é a EXPERIENCIA DO USUARIO.

Cada vez mais ele vai evoluindo para que o visitante/internauta tenha uma melhor experiência ao encontrar melhores resultados nas buscas e ao navegar nos sites/blogs. Alguns parâmetros entre dezenas são:

  • Fácil navegação no site;
  • Ter uma caixa de busca no site/blog (estatísticas mostram que as pessoas buscam muito internamente);
  • Carregamento rápido do site;
  • Resolver o problema que a pessoa buscou;

Agora você me pergunta, como o Google sabe que aquele visitante teve uma boa experiência no site?

Simplesmente ele “acompanha” o internauta pelo Chrome! Sim, ele consegue analisar praticamente tudo que a pessoa fez ao navegar no site pelo navegador e também com o Google Analytics.

Como o Google Encara seu site Hoje?
Como você aparece no Google?

Como fazer linkbuilding aceito pelo Google?

Antigamente usavam muito guest post, mas hoje tem que usar com muita moderação e planejamento. Diretórios de artigos, de sites praticamente não tem efeito nenhum e podem trazer problemas ao site.

Como já mencionado anteriormente, a prática de compra de backlinks e Guest Post pode ocasionar problemas a seu site. Agora para fazer um bom linkbuilding no site não tem segredo e técnicas extremamente avançadas e difíceis de se fazer.

Temos que somente criar um ATIVO LINKAVEL, ou seja, um conteúdo em que ajude realmente e a pessoa compartilhe, cite como fonte por ele ser muito completo e ter resolvido o problema/dúvida dela.

E isso não é somente num formato como um artigo/post o ativo linkavel pode ser infográfico, vídeo, e-book, etc. Não tem como fugir, temos que criar o melhor artigo que pudermos fazer.

Felipe Bazon deu uma dica boa para saber como fazer uma linkagem interna muito boa. Você vai no Search Console e olha os artigos que tem mais visualizações.

Analisando esses artigos você escolhe qual linkar baseando no que quer que obtenha mais relevância, melhores nas buscas. Esse critério faz sentido, pois no Search console está como relevante para o Google, visto que teve muitas visualizações e bons posicionamentos.

Linkar textos ancoras de palavras chaves extas

Ao linkar um artigo , internamente, evite de linkar a palavra chave exata. Exemplo:

Na frase “AQUI ESTÃO OS TIPOS DE SUSHIS MAIS USADOS “ se quiser linkar o post TIPOS DE SUSHI você iria linkar exatamente “tipos de sushi” nessa frase, não é? Ou até só sushi.

Não sei exatamente se é errado, mas se feito exaustivamente pode prejudicar. Poderia linka na frase “TIPOS DE SUSHI MAIS USADOS”. Entendeu, não saiu fora do contexto do artigo que foi linkado.

Como o Google Encara seu site Hoje?
Fica olhando a tela do PC não resolve nada!

Como estou melhorando aos olhos do Google?

A atualização de Maio de 2020 causou uma queda drástica no meu principal site, perdi várias posições e minhas visitas caíram pela metade. Incrivelmente, minha posição média no Search Console continua a mesma, indicando apenas que outros sites me superaram.

Percebi que meu principal concorrente, que ironicamente apenas traduz artigos de outros idiomas, conseguiu roubar minhas posições devido a seu enorme alcance social. Sua página com quase 400.000 curtidas no Facebook gera muitos share.

Infelizmente é difícil crescer páginas no Facebook atualmente, sem nenhum investimento. Assim como eu, você precisa encontrar uma forma de dar a volta por cima e conseguir esse engajamento social que falta hoje em dia.

Também estou focado em fazer a sugestão acima, linkar internamente frases ao invés de palavras isoladas. Quero usar o Search Console e criar páginas estruturais para resolver os problemas dos leitores do site.

Como sugestão, vou criar um GUIA DE ESTUDO ou semelhante e nele fazer um guia completo para resolver o problema do leitor. Crie materiais para download grátis, as linkagens também podem ser feitas em ebooks e outros.

Criar uma página mostrando de forma clara as diversas formas de acompanhar o seu site seja por feed, Youtube, assinando a newsletter, redes sociais e muitos outros.Dá para fazer uma página bem completa facilitando para quem quer acompanhar.

Não vou buscar ganhar mais links por um tempo. Parece esquisito, mas acredito que meu site já tem boa relevância para competir com os concorrentes, o que falta na minha opinião são os itens que listei acima.

Acho muito arriscado ficar correndo atrás de links baseando nos parâmetros DA e PA. O máximo que você precisa fazer é eliminar links tóxicos. Claro que caso seu site seja pequeno, talvez seja bom conseguir alguns links relevantes, mas de forma amigável.

Outra coisa que percebi é que backlinks aparecem naturalmente se seu conteúdo for bom. Já consegui links naturais em sites como incrivel.club, wikipedia e mosalingua sem nenhum esforço. Por que você não foca no conteúdo e espera isso acontecer?

Outro exemplo é este site kevinbk.com, quase não tem backlinks, nunca me esforcei em conseguir links nele, mas se você está lendo esse artigo, significa que ele se posicionou. Sem mencionar que ele tem realizado muitas vendas organicamente.

Já deu para perceber que fazendo um conteúdo completo e relevante já é mais do que suficiente para ser referenciado. Claro que podemos acelerar isso divulgando em redes sociais e outros lugares.

No seu caso ficar buscando link não é muito inteligente atualmente, pois os tempos estão mudando no Google. Cadastre seu negócio no Google Business, crie perfis em redes sociais e foque no conteúdo!

Só essas alterações já vão dar uma melhorada a médio prazo considerável. Esses foram os pontos que aprendi com a Live do Semrush e com a ajuda de meu grande amigo Rafael Avelino que tem me ajudado principalmente com SEO no Pinterest.

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:

Deixe uma resposta