10 ข้อผิดพลาดที่แพทย์ควรหลีกเลี่ยงบน Instagram 

เขียนโดย

เบื่อกับการโฮสต์ช้า? คลิกที่นี่เพื่อเรียนรู้วิธีใช้ Digital Ocean รับ 100 ดอลลาร์เพื่อใช้ใน Cloud Hosting ของคุณ! เรียนรู้วิธีกำหนดค่าโดยไม่ต้องเข้าถึงเทอร์มินัลและรหัส!

เป็น médico no Brasil é uma tarefa sonhada por muitos e um dever que poucos conseguem realizar com primazia até o fim. A verdade é que o dom de garantir a vida das pessoas pelo maior tempo possível é conquistado depois de muitos anos de dedicação e estudos contínuos.

Nem sempre esses profissionais são valorizados, por isso muitos acabam indo para o mundo do empreendedorismo e criam suas próprias clínicas para atender de forma mais certeira e pessoal cada um de seus pacientes.

Essa é uma realidade presente nos dias atuais, o que gera muita concorrência. A melhor forma de lidar com ela é tendo um bom plano de marketing. E o marketing médico está no maior crescimento já visto.

Cada vez é mais comum vermos médicos nas mais variadas redes sociais presentes nos dias de hoje. Alguns mais famosos do que os outros, mas é bem provável que você tenha conhecido algum doutor e consultado seu valor por causa das postagens nas redes sociais.

O advento da pandemia levou centenas de médicos aos holofotes com diversos tipos de tratamentos e explicações sobre os mais variados problemas, já que as pessoas não podiam mais sair de casa para comparecerem em consultas.

Isso tornou necessário a esse tipo de profissional saber não só da área da saúde, mas também da tecnologia, porque agora eles precisam dela para divulgar o seu conteúdo. Esses médicos precisaram até se inteirar sobre o conceito de อัพเดตเฟิร์มแวร์ para manter tudo em ordem.

Esse é o maior exemplo possível de marketing que poderíamos dar. Uma necessidade de um paciente que é atrelada a diversos tipos de dúvidas que são resolvidas e respondidas por um profissional certificado e com liberdade para agir e falar da forma que desejar.

Isso fez a venda de equipamentos médicos explodirem nas redes sociais, assim como consultas e tratamentos online e outros meios que os diversos doutores podem usufruir graças à força das redes sociais neste século.

Cuidado, pois nem todos conseguem 

Apesar de existir uma alta demanda de pessoas interessadas no trabalho desses profissionais, podemos dizer que, pelo menos nos primeiros momentos, lidar com redes sociais é uma área até então desconhecida.

Se o profissional então deseja ser conhecido ou aumentar o número de pacientes em sua clínica utilizando as redes sociais, é preciso utilizar estratégias para tal. Por mais que estejamos falando de saúde, ainda assim é um produto a ser consumido.

Como existe um produto a ser comercializado e uma imagem a ser preservada, é preciso de profissionais de marketing capacitados para orientar as melhores maneiras de fazer esse case de sucesso dar certo.

หนึ่ง avental descartável, depois de utilizado, deve ser jogado fora, pois já cumpriu seu dever de existência.

Mas a imagem do médico é algo que a pessoa carrega para a vida toda, por isso, do mesmo modo que agir de forma correta nas redes sociais pode ser incrível, também existe a chance de ser desastroso.

Pensando nisso, separamos 10 erros selecionados exclusivamente por profissionais especializados em lidar com marketing médico para você não cometer no Instagram. O que é certo falaremos em outra oportunidade, mas foque no que você não deve fazer agora.

1- Não ter um perfil profissional 

Ter um perfil profissional é o primeiro passo para todos os médicos que querem destaque dentro do Instagram, pois eles garantem diversos dados e benefícios que contas comuns não são capazes de oferecer.

É como ter uma lista de materiais hospitalares à sua disposição e simplesmente ignorá-los durante a cirurgia. O risco de colocar o paciente em risco é enorme. Por isso, crie uma página profissional já garantindo os benefícios e exclusividades que ela oferece.

2- Não ter um planejamento estratégico

Existem milhares de páginas médicas no mundo todo, por isso, se você quer sua clínica ou seu nome reconhecido, será preciso ser diferente dos demais. E para ser diferente será preciso adotar um planejamento estratégico de marketing.

Eles normalmente são feitos pelos social media, mas você pode montá-los se realizar as seguintes etapas:

  • Estudar médicos concorrentes que deram certo no Instagram;
  • Ver as tendências das redes sociais;
  • Estudar as melhores hashtags e títulos para sua especialidade;
  • Ver conteúdos relevantes diários para os seguidores.


Fazer todas essas análises é importante no momento de definir a sua estratégia e saber ao certo quais são as melhores decisões e oportunidades. Muitos médicos não fazem isso e sequer sabem os melhores horários das postagens, então acabam sem engajamento.

3- Não publicar conteúdos relevantes

A maioria do público que irá te seguir não será seu paciente, mas eles são pessoas que te admiram, comentam e compartilham suas publicações. Em algum momento você irá capitalizar alguma pessoa dessas redes.

Conteúdos criados devem ser para pessoas de interesse e chamar pessoas para sua clínica. Falar muito difícil ou publicar algo que afaste as fotos de cirurgias a depender do caso pode prejudicar seu engajamento.

Se você é um ortopedista, por exemplo, pode falar sobre uma cadeira de rodas elétrica, mas não de suas especificações técnicas, pois as pessoas buscarão isso em uma página de engenharia, por exemplo.

4- Não praticar SEO na internet

O SEO, ou การเพิ่มประสิทธิภาพกลไกค้นหา, são fórmulas que visam melhorar o ranqueamento de sua página e site empresarial nos mecanismos de busca (como o Google ou o Bing). Existem diferentes formas de escrever textos ou legendar imagens para conseguir um bom ranque.

Até as cores e chamadas fazem a diferença nesse sentido. Muitos médicos se importam demais com as palavras dentro do texto e esquecem das palavras-chave. Por melhor que seja o seu conteúdo, sem SEO ele pode jamais ser visto, como um lençol hospitalar.

Muitos programas ajudam páginas a escreverem textos, posts e legendas com ถ้า correto, mas o ideal seria ter um especialista no assunto para tal. Por isso, tenha cuidado em simplesmente escrever, mas como você está escrevendo e divulgando suas postagens.

5- Não definir a sua identidade

Um dos médicos mais reconhecidos nos últimos tempos é o ortopedista Paulo Muzy, que consolidou sua imagem no mundo do fisiculturismo, mas agregou sua imagem a um marido dócil, sensível e apaixonado por sua esposa.


Essa foi a imagem que Muzy mostrou aos seus mais de 4 milhões de seguidores. Muitos médicos não fazem isso ou sequer buscam construir uma imagem para suas páginas ou clínicas.

Seja mais séria ou descontraída, deixar de ter uma imagem bem definida faz seu seguidor não saber quem está acompanhando e tudo isso gera desinteresse. É como ver um story de alguma pessoa: ou você assiste tudo o que ela pública, ou simplesmente ignora.

6- Deixar de divulgar o consultório no Google

Por mais que existam diversas formas de atendimento online, procedimentos e exames normalmente são feitos nas clínicas, por isso você precisa necessariamente divulgar seu consultório com imagens no Google como uma empresa de medicina do trabalho.

Desse modo, ao digitar seu nome ou o nome da sua clínica, as pessoas conseguirão ir até você. Ver telefone, preço e tudo o que for necessário para atendimento consolidado e estrutural. Muitos médicos perdem pacientes justamente por não usarem essa estratégia.

7- Deixar de investir em anúncios

Anúncios são formas claras de que você está vendendo algo, e quando não são feitos, as pessoas acabam não sabendo ao certo o que você vende. É preciso investir em anúncios e publicações para que seu nome seja divulgado nas redes sociais.

8- Não falar a língua dos pacientes

Ser muito técnico pode levar uma ideia diferente da que você está querendo passar. Autoridade não é falar difícil, mas saber o que é e como dizer algo a seus seguidores. Estamos falando de marketing de um serviço de medicina do trabalho.

Se seu paciente não entender, por que ele pagará um valor para ir até a sua clínica? Seja calmo e crie caixa de perguntas, fale com eles, deixe que perguntem.

9- Ignorar críticas ou recomendações

Esse é um ponto que atinge diretamente nosso ego, por isso é relevante. Sabemos que a área da Medicina é exclusiva como a área do Direito e o público de massa não conhece, mas se você não dá ouvidos às críticas e recomendações, jamais saberá o que incomoda.

Mesmo que seja algo que dificilmente seja culpa sua, é bom saber e mudar ou aprimorar o discurso para não causar tal impressão. Atenha-se aos feedbacks dos pacientes.

10- Deixar de acompanhar os resultados

Os resultados são também a alma do negócio. Você precisa saber o que está dando engajamento ou não em suas redes sociais, assim também como que tipo de conteúdos seus seguidores mais comentam e compartilham e quais eles ignoram.

Entender todas as campanhas de anúncios e o perfil das pessoas que seguem e comentam suas publicações, todos esses dados podem ser obtidos pelo Instagram, mas muitos médicos simplesmente ignoram e permanecem investindo em práticas ultrapassadas.

Não seja mais um desses médicos, veja o que dá certo e evite todos os erros que falamos até aqui justamente para aumentar o número de pacientes e seguidores da sua página. Considere buscar ajuda se você tem pouco tempo e conhecimento.

Talvez um empurrão de um profissional de marketing ajude você a conquistar o engajamento que sempre desejou. Faça uma análise da sua realidade e invista se achar necessário.

ข้อความนี้เดิมพัฒนาโดยทีมบล็อก คู่มือการลงทุนที่ซึ่งคุณจะพบเนื้อหาที่ให้ข้อมูลนับร้อยเกี่ยวกับกลุ่มต่างๆ

ทิ้งคำตอบไว้